Se tratando de língua portuguesa, pode se dizer que é uma das mais complexas do mundo, tanto na fala, como na ortografia. Quem nunca ficou com a cabeça cheia de dúvidas sobre substantivo, verbo, sujeito , metáfora, e entre outros diversos componentes da nossa língua oficial.

imagem ilustrativa

Um dos sujeitos utilizados em frases e textos mais conhecidos é o sujeito desinencial. Achou estranho o nome? Nunca ouviu falar? Sim, pode ser que não, mas pode ter certeza que você já usou e sabe quem ele é.

O sujeito desinencial, é mais conhecido por todos como sujeito oculto. Este é usado para indicar em determinada frase, a identificação pela determinação do verbo. Um exemplo bem simples: Comprei um carro.

O sujeito desinencial ou oculto da frase, nesse caso, é o “eu”. Qualquer frase onde o sujeito está em oculto, falamos então que ele está em estado de desinência ou ocultado. Sempre acontece quando o agente da ação não está claramente expresso.

imagem ilustrativa

 

Agora que você já sabe não se esqueça, oculto e desinencial quer dizer a mesma coisa, ambos expressam a ocultação do agente dentro da frase.

A língua portuguesa pode até ser um pouco complexa, mais uma vez entendida, ela passa a ser uma excelente ferramenta de trabalho e estudo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *