Brasil 4 a 2 no Equador
Brasil 4 a 2 no Equador
Mesmo sem um futebol brilhante e com doses de emoção, a Seleção Brasileira passou pelo Equador com dois gols de cada atacante, e garantiu o 1º lugar do Grupo B da Copa América. No outro jogo da noite, a Venezuela buscou um empate heroico no último minuto do segundo tempo, e ficou no 3 a 3 com o Paraguai. Nas quartas de final enfrentará o Chile, primeiro colocado do Grupo C.

Mantendo a falta de inspiração dos jogos anteriores na Copa América, a seleção brasileira pouco produziu no primeiro tempo. Conseguiu abrir o placar graças a um bom cruzamento de André Santos, que colocou a bola na cabeça de Alexandre Pato. O artilheiro antecipou a zaga e desviou para as redes equatorianas, sem chances para o goleiro Marcelo Elizaga.

O gol mudou a cara do jogo, obrigando o Equador a se abrir em busca do empate. E deu certo. O fantasma da Copa América, que aterrorizou os três cabeças de chave do torneio (Brasil, Argentina e Uruguai), voltou a dar as caras nove minutos após o gol brasileiro. O atacante equatoriano Caicedo recebeu a bola na entrada da área e chutou livre. Contando com a falha de Julio César, a bola foi para o fundo da rede, igualando o marcador em Córdoba.

No segundo tempo a história se repetiu. O Brasil tomou a frente do placar logo aos 4 minutos, com bela triangulação entre Ramires, Ganso e Neymar, mas sofreu o empate na sequência. No segundo gol brasileiro o meia santista recebeu belo passe de Ramires e deixou Neymar na cara do gol para marcar. Mas após nove minutos de jogo, com outro chute rasteiro de Caicedo e mais uma falha de Julio César, os equatorianos empataram. “Minha nota seria 1,5 ou 2 para esse jogo. Sei que não fiz uma boa partida hoje”, lamentou Julio César, que voltou a errar em momentos decisivos, assim como na eliminação brasileira da Copa da Mundo de 2010.

Mas a seleção canarinho expulsou o fantasma dois minutos depois. Após o goleiro Elizaga bater roupa com um chute forte de Neymar, Pato pegou o rebote e colocou o Brasil em vantagem. Já aos 28 minutos do segundo tempo, o novo titular da lateral direita, Maicon, em uma de suas excelentes arrancadas, foi à linha de fundo e cruzou para Neymar desviar e decretar a vitória brasileira por 4 a 2.

Agora a seleção de Mano Menezes pega o Paraguai no domingo, às 16h, em La Plata. Quem passar enfrenta o vencedor do confronto entre Chile e Venezuela, que jogam no mesmo dia, às 19h15, em San Juan. Em caso de empate no tempo normal, as partidas vão para a prorrogação e, permanecendo a igualdade, as cobranças de pênati definem os classificados.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *