Imagem Ilustrativa

 

Denominam-se primeiros socorros o atendimento imediato que é prestado e um acidentado ou a alguém acometido de um mal súbito, e visa promover maior conforto a vítima e evita o agravamento das lesões.

O comportamento que um socorrista deve ter para prestar os primeiros socorros são os seguintes:

Agir com calma e segurança, evitando o pânico;

Afastar os curiosos;

Agir com rapidez, pois minutos podem ser valiosos para socorrer os acidentados.

Manter a vítima deitada, em posição confortável;

Verificar os sinais vitais do acidentado: pulso, respiração e pupilas.

Investigar a existência de hemorragia, envenenamento, parada cardiorrespiratória, ferimentos, queimaduras e fraturas;

Ter espírito de improvisação.

É necessário realizar uma avaliação primária para verificar a consciência, as vias áreas, a respiração, a circulação e hemorragias.

Para estar habilitado para prestar os primeiros socorros são necessárias algumas exigências, socorrista atividade regulamentada  pelo Ministério da Saúde, segundo a portaria nº 824 de 24 de junho de 1999, o socorrista deve possuir treinamento mais amplo e detalhado do que uma pessoa

Imagem Ilustrativa

prestadora de socorro.

Urgência-estado que necessita de encaminhamento rápido ao hospital, emergência- estado grave, que necessita atendimento médico embora na seja necessariamente urgente, acidente do qual pessoas feridas e/ou mortas que necessitam de atendimento, incidente fato ou evento desastroso do qual não resultam pessoas mortas mas pode oferecer risco futuro, sinal é a informação obtida a partir da observação da vítima, sintoma é informação a partir de um relato da vítima.

É necessário ter conhecimentos de primeiros socorros, pois nunca se sabe quando vamos precisar.

Clique aqui para maiores informações.


Comments List

Reply26 de julho de 2012 17:27

Castanhas e Nozes Atuam na Prevenção de Doenças25/

[...] você quer saber qual é o poder dos alimentos sobre a sua saúde, hoje nós estamos aqui para mencionar a eficácia que as nozes e também as castanhas podem ter na [...]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *