Sistema de aquecimento solar
Sistema de aquecimento solar
Os equipamentos serão doados pela AES Eletropaulo; investimento será de até R$ 25 milhões e beneficiará famílias de conjuntos habitacionais da zona leste da Capital

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) e a AES Eletropaulo estão unindo esforços para reduzir o consumo de energia elétrica e beneficiar famílias de baixo poder aquisitivo. Para isso, firmaram parceria pela qual a concessionária doará 5 mil equipamentos de aquecimento solar para conjuntos habitacionais nos bairros Cidade Tiradentes e região. O investimento da concessionária será de até R$ 25 milhões.

O evento de lançamento do projeto acontece amanhã, dia 31, às 12 horas, na sede da CDHU, Rua Boa Vista nº 170, 15º andar. Participam o secretário Estadual da Habitação, Silvio Torres, do presidente da CDHU, Marcos Penido e do diretor executivo comercial da AES Eletropaulo, Roberto Di Nardo. Após a cerimônia, a AES Eletropaulo promoverá palestra com o tema: Tarifa Social de Energia Eletétrica.

Além de auxiliar a população a diminuir gastos na conta de energia elétrica e contribuir para a redução do consumo, a ação vai reduzir a sobrecarga do sistema elétrico nos bairros atendidos. Além disso, a parceria envolve, ainda, um trabalho social junto à população beneficiária para conscientizá-la sobre o uso racional de energia elétrica.

Os termos do acordo estão em conformidade com o Programa de Eficiência Energética da AES Eletropaulo e com a regulamentação estabelecida pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). A AES Eletropaulo vai assumir a instalação e nenhum valor será repassado aos moradores dos conjuntos. A previsão é concluir os trabalhos até o fim de 2012.
Além dos aquecedores, o acordo entre CDHU e AES Eletropaulo estabelece a troca do chuveiro convencional por um com sistema híbrido, que opera com o aquecedor solar e energia elétrica de baixa potência, com dispositivo eletrônico para controle de temperatura.

Desde 2007, a CDHU passou a instalar o sistema de aquecimento solar em todos os novos conjuntos habitacionais construídos no Estado. A Companhia já adquiriu 12 mil equipamentos por meio de pregão eletrônico. Para atender empreendimentos já entregues, a CDHU firmou parceria com concessionárias de energia elétrica do Estado e está atendendo 10.500 famílias.

Como funciona o aquecimento solar?

Como funciona o sistema – O sistema de aquecimento solar possui três componentes básicos: o coletor, o reservatório térmico e a caixa de quebra de pressão. O coletor é instalado sobre o telhado e absorve o calor, aquecendo a água que circula em seu interior. A água aquecida é armazenada no reservatório, que varia de tamanho conforme a necessidade de consumo, e então é destinada exclusivamente para o banho.

A caixa de quebra de pressão serve para diminuir o impacto da água que vem da rua. Com esse sistema é possível reduzir significativamente o consumo de energia elétrica, atingindo em até 30% de redução na conta do mutuário, gerando maior redução do consumo durante o horário de pico do sistema elétrico. A diminuição do CO2 na atmosfera é outro aspecto muito importante. Segundo estudo da Biofinance, encomendado pela CDHU, a instalação de 30 mil aquecedores pode reduzir a emissão de CO2 em 4,7 mil toneladas ao longo de dez anos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *