Limpe o nome no SPC com facilidade

Ter o nome na lista de inadimplentes do SPC não é o fim do mundo. Amigo, acredite: existe uma vida após a lista negra.

A coisa só ficará ruim diante da falta de interesse em não quitar um débito. Isso é a mais pura má fé. Mas se você não é do tipo que saí por aí dando golpes na praça levante a cabeça e vá a luta para limpar seu nome, sair da lista do SPC e ter crédito na praça novamente.

Como saber se meu nome consta no SPC

Se você fez uma compra e não pagou é evidente que seu nome consta na lista. Trata-se de lógica pura como 1+1=2, salvo os casos de quem é vítima de um golpe.

Mesmo antes de entrar na lista o consumidor recebe uma notificação via correio solicitando que entre em contato com a loja ou instituição para chegar a um acordo.

Caso tenha recebido um aviso não deixe de responder. Entre em contato com a loja ou empresa responsável pelo serviço para chegar a um acordo financeiro ou negociar uma extensão de prazo para o pagamento da dívida.

Diante de qualquer dúvida siga a orientação do SPC Brasil: dirija-se ao balcão de atendimento de uma das entidades (Câmara de Dirigentes Lojistas – CDLs ou Associações Comerciais) da sua cidade ou da cidade mais próxima. O SPC não oferece consulta online.

Para consulta é necessário ter o CPF em mãos e a cobrança de taxas fica a critério da instituição.

O único caminho a quitação

Não caía em promessas de ter o nome limpo de forma mágica. A maneira mais fácil de limpar o nome e sair da lista do SPC é pagando o que deve.

Ainda que leve um tempo, procure economizar algum dinheiro e, mesmo que não consiga o valor total, procure a loja ou instituição. Mostre-se disposto a sanar o problema e as pessoas terão prazer em te ajudar.

Caso as partes cheguem a um consenso e a questão esteja resolvida o responsável pelo cadastro tem por obrigação fazer a baixa do nome do devedor da base de dados do SPC.

O prazo máximo para retirada do nome do consumidor da lista é de 72 horas. Com o nome limpo na praça você poderá voltar a pensar em adquirir bem e fazer transações financeiras como qualquer cidadão.