Auxílio-Doença
Auxílio-Doença
Enfrentar a burocracia é o maior desafio daqueles que precisam permanecer mais de 15 dias afastados do trabalho por motivo de doença.

Quem tem direito ao auxílio-doença muitas vezes não recebe e quem ganha sempre está com medo de perdê-lo. Para conseguir o benefício os segurados passam por uma verdadeira prova de fogo, que envolve avaliações, laudos, muita papelada, a decisão do perito e, sobretudo, muita, muita paciência.

Contudo, esse cenário pode mudar: até o fim deste ano, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) quer implantar um modelo expresso de concessão do benefício sem a necessidade de passar pela perícia médica nos casos de afastamento inferiores a 120 dias.

“Se essa medida for realmente implementada, as filas para consultas com os peritos cairão absurdamente”, comenta a advogada do Cenofisco – Centro de Orientação Fiscal Andreia Antonacci. “A proposta tem por meta eliminar a necessidade de perícia nos casos em que o laudo fornecido pelo médico do segurado servir como prova para o tempo necessário de recuperação. De acordo com o projeto, o INSS aceitará laudos fornecidos por médicos particulares, do convênio médico, da rede pública e de sindicatos”.

A metodologia atinge apenas os segurados obrigatórios (empregado, contribuinte individual, avulso, doméstico e segurado especial) em atividade nos últimos 36 meses antes do requerimento do benefício. Segundo a nova proposta feita pelo INSS, o segurado com um atestado de incapacidade, emitido por um médico da rede pública ou particular, agendaria um atendimento na Agência da Previdência Social para lançar os dados do atestado no sistema. Em seguida, seria feito um monitoramento por amostragem, via sistema do INSS e, por último, o reconhecimento do direito, que seria comunicado ao segurado. Os benefícios concedidos também seriam monitorados por amostragem.

Em casos de fraudes na concessão do benefício, tanto o médico, quanto o segurado serão processados pelo governo. Com isso, o médico poderá perder o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) e o trabalhador deverá devolver o dinheiro recebido irregularmente. Para reforçar as investigações contra as irregularidades, o INSS usará o contingente de médicos peritos no combate às fraudes. Além disso, o INSS criará formas para responsabilizar o médico que afastou o segurado. “Acredito que ele poderá solicitar, a qualquer momento, que o segurado passe por uma perícia com os médicos do Instituto”, finaliza Andreia.

Como as prerrogativas da perícia médica previdenciária são regulamentadas pela Lei nº 10.876/2004, a mudança desejada pela Previdência não pode ser feita sem a aprovação do Congresso Nacional.


Comments List

Reply11 de junho de 2011 15:54

Salvador25/

A respeito da pericia medica do INSS que iria conceder o auxilio-doença é uma tremenda mentira, minha amiga pessoal tem problemas de reumatismo e por conta desta doença ela rompeu o tendão do polegar direito ela já esta afastada a 6anos tendo que apresentar exames de todo tipo que diz respeito a sua doença já com evidencias já comprovado de caso degenerativo de estrutura ossea e dos nervos e tendões comprovada em exames medicos e na ultima pericia medica dia 27/05/2011 ela recebeu alta, é um absurdo esse tipo de informação mentirosa os peritos estão sendo incoerentes em suas conclusões, esses peritos não tem capacidade profissional para avaliar um simples raio-x,eu gostaria de saber até quando essa palhaçada vai continuar, essa minha amiga depende desta renda para manter seus remedios e hoje esta na pior dependendo de ajuda de amigos ,sendo que ela tem todo o direito de receber esse beneficio, uma vez que se trata de uma doença degenerativa, sua medica que trata do problema dela já informou que não a mais possibilidade de trabalhar na função dela que exige demais das maõs para digitar.

    11 de junho de 2011 15:56

    Salvador25/

    Porque requer moderação estou no meu direito de expor o probelma da minha amiga

    16 de maio de 2012 23:54

    marliude24/

    e aquela historia de que depois de 2 anos no auxilio a pessoa tem direito a se aposentar? acho que vc tem que entra na justiça para que a lei seja cumprida e sua amiga receba o que e dela por direito.

Reply25 de novembro de 2011 12:40

Planos Oferecidos, marcar consulta Medial28/

[...] de saúde têm sido necessários atualmente. Na maioria das vezes os preços para consultas particular, não são acessíveis a grande parte da população brasileira.E como o nosso sistema de [...]

Reply25 de maio de 2012 17:21

SINDACS Salvador - Sindicato da Bahia24/

[...] SINDACS é o sindicato dos agentes comunitários de saúde e contendores de doenças endêmicas e epidemiológicas do [...]

Reply17 de julho de 2013 11:18

irineu oliveira25/

passa pela pericia é um constrangimento muito grande, não por sua necessidade e sim por que os médicos da pericia são brutos, eles maltrata nos pacientes já passei por isso!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *