Exposição na Associação Paulista de Medicina relembra a tragédia que mudou a história do planeta 65 anos atrás

A Associação Paulista de Medicina (APM) promove, entre 2 de agosto e 3O de setembro, a mostra “Hiroshima e Nagasaki: um agosto para nunca esquecer!”. Um dos objetivos é provocar reflexões sobre esse trágico momento da história mundial, 65 anos atrás. O material veio do Japão, por intermédio da Associação Médica de Hiroshima. São 30 pôsteres com imagens e textos informativos e cinco DVDs que reúnem testemunhos dos sobreviventes, documentários e animações japonesas.

A abertura ocorrerá no próprio dia 2 de agosto, às 20h, com vídeoconferência ao vivo, direto do Japão, com Steven Leeper, presidente da Hiroshima Peace Culture Foundation.

De acordo com Milton Massato Hida, um dos colaboradores da exposição, o intuito, além de relembrar as consequências da tragédia, é homenagear os sobreviventes que moram no Brasil, incentivar a abolição das armas nucleares e celebrar a paz.

A mostra terá entrada franca. Poderão ser agendadas visitas de alunos do ensino médio e universitários, que participarão de uma contextualização histórica e da proposta de feitura dos tsurus, pássaros de origami (técnica de dobradura em papel) que incentivam a paz.

Bombardeios

O lançamento das bombas atômicas nas cidades de Hiroshima e Nagasaki ocorreu no final da Segunda Guerra Mundial, em 6 e 9 de agosto de 1945, respectivamente. Estima-se que cerca de 220 mil pessoas foram mortas nos ataques, e outros milhares sofreram graves sequelas pela exposição à radiação.

A tragédia guardou histórias simbólicas como a da menina Sadako Sasaki, que será retratada na exposição. Personagem da luta pela paz, ela tinha dois anos de idade na época do ataque. Devido à radiação teve leucemia, e após compreender que a doença fora causada pela guerra, passou a dobrar origamis de Tsuru (pássaro da paz) em manifestações públicas por sua saúde e pela paz.

Um dos últimos Tsurus feitos por Sadako será entregue na cerimônia de abertura à Associação Hibakusha Brasil pela Paz, instituição que reúne vítimas da bomba atômica.

Segundo o curador da exposição dr. Ruy Tanigawa, secretário-geral da Associação Paulista de Medicina, a mostra busca exibir as consequências da arma nuclear, mostrando para o público seus efeitos impactantes no Japão e no mundo, e a importância em relação à paz:

“A exposição será direcionada principalmente aos mais jovens, no sentido de promover uma ação educativa pela paz entre os povos”.

Mais informações pelo telefone (11) 3188-4304 ou pinacoteca@apm.org.br.

Exposição sobre história da bomba de Hiroshima

Data: 2 agosto a 30 de setembro de 2010

Horário: 12h às 21h

Visitas agendadas: manhã, tarde e noite.

Local: APM

Endereço: Brigadeiro Luís Antônio, 278 – São Paulo – SP

Informações e inscrições: (11) 3188-4304

E-mail: pinacoteca@apm.org.br


Comments List

Reply12 de dezembro de 2010 11:59

maria fernanda28/

isso que aconteceu com hiroshima e nagasaki foi um dasastre milhares de pessoas morreram so um homen ficou vivo e agora as pessoas que vao la nem fala que aconteceu isso pois a cidade esta completamente linda com muitas luzes acesas e muitos predios hiroshima e nagasaki nasceu outra vez

Reply16 de janeiro de 2011 11:16

Etelvino Porto27/

Sou Etelvino Porto, resido em Paragominas, Pará, Brasil. As guerras são a revelação do grau de falta de inteligência do ser humano, principlamente dos governantes. Os animais que classificamos "irracionais" certamente têm vergonha de ser comparados inferiores ao humano no QI. Quem fomenta as guerras tem um QI abaixo de 00,00, abaixo de um verme, rato, barata, ou o burro. Onde está a "racionalidade" dos humanos, se promovem guerras? Se não é capaz de conviver em harmonia?. Outra violência contra o planeta terra é o contínuo aumento da população humana. Não é possível a tarra agregar mais de 6 bilhões de pessoas. Os governantes estmulam a fecundação humana alegando que os sistemas previdenciários irão falir. Pior, é falir o planeta inteiro, já que os humanos são altamente destruidores e maliciosos.

Reply10 de agosto de 2012 19:27

Lágrimas… poema de Ydeo Oga | Vidráguas26/

[...] Oga leio diariamente e todas sextas-feiras trago seus poemas ao Vidráguas!! Tirei a imagem daqui:http://boanoticia.com/hiroshima-e-nagasaki-um-agosto-para-nunca-esquecer.html Postado por carmen em ago 10, 2012 em Poemas, Versos que Conversam | 0 [...]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *