A maneira que os filhos se comportam a forma de arrumar à cama, a escolha da religião, a forma de se sentar a mesa, a formação da sua personalidade, tudo isso é uma coisa comum na qual os pais são referência para os filhos.

Quando os pais estão juntos é bem mais fácil entrar em uma concordância para a criação dos filhos, mas quando os pais se separam como fazer isso da melhor forma possível?

imagem ilustrativa

Quando existe a separação os filhos ficam com a pessoa que tem mais condições para a criação dos mesmos, na maioria das vezes eles ficam com as mães, e para melhorar a forma a convivência do pai com os seus filhos a justiça determinou uma nova lei que é a guarda compartilhada.

A guarda compartilhada prevê que o pai tenha os mesmos direitos e deveres da mãe em relação às obrigações diárias dos filhos, e também a lei prevê a mesma condição de convivência com os filhos, podendo então, a visita diariamente sem nenhuma restrição.

Quando existe a guarda compartilhada é necessário que os pais entrem em um acordo em relação à criação dos filhos, deve existir respeito de opiniões, comportamento e etc.

Essa lei foi criada nos Estados Unidos e no Brasil é um pouco novo, porém, é necessário uma adaptação caso não queira brigar com o ex parceiro na justiça.

 

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *