A doença de Alzheimer é uma doença do cérebro degenerativa que produz atrofia, progressiva com início frequente após 65 anos. Um paciente com esse diagnóstico tem dificuldade de pensar, de se recordar das pessoas e de coisas que já aconteceu no decorrer da sua vida. Isso inclui também a falta de identificação de pessoas ou parentes.

imagem ilustrativa

A causa dessa doença ainda não é conhecida, mas existem relações com certas mudanças nas terminações nervosas e nas células celebrais que interferem nas funções cognitivas.

Os principais sintomas da doença podem ser claramente vistos por pessoas próximas ao paciente, sendo eles:

“Eu vivo me esquecendo..”

“Não lembro onde deixei..”

“Não lembro o número de telefone ou até mesmo o dia para pagar as contas..”

“Minha mãe não se lembra do meu aniversário, meu pai se perdeu..”

Se isso já aconteceu ou está acontecendo com uma pessoa da família ou próxima a você, fique atento e procure orientação médica.

Esses são os tipos de queixas comuns em muitos consultórios médicos, que amigos, familiares ou até mesmo o próprio paciente mencionam durante uma consulta.

Ainda não existe cura para essa doença, por isso o tratamento indicado para a maioria dos casos é feito através da prevenção da evolução dos sintomas. Em alguns casos remédios antipsicóticos são recomendados.

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *