A doação de órgãos e tecidos é a remoção dos órgãos do corpo de uma pessoa que morreu recentemente, ou um doador voluntario vivo, que tem como objetivo salvar a vida de outra pessoa.

imagem ilustrativa

Existe uma carência muito grande no Brasil de doadores de órgãos, pois muitas pessoas não recebem as devidas informações para que esse ato que pode salvar outra vida seja feito.

No Brasil é possível dizer que existem cerca de 70.000 pessoas aguardando na fila de espera para realizar algum transplante. Para que o transplante seja realizado é necessário aguardar autorização dos familiares de uma pessoa com morte encefálica comprovada para a doação, tudo é previsto e segurado por lei.

Algumas pessoas acreditam que se for um doador de órgãos os médicos acabam não realizando todos os procedimentos para salvar a sua vida, mas esse é um mito falso, a doação de órgãos só acontece depois de constatado à morte encefálica do paciente na qual a pessoa não terá mais condição de sobreviver. Os órgãos que são doados nesse caso são:

Coração

Pulmão

Pâncreas

Intestino

Rim

Córnea

Veia

Mas a doação de órgãos pode ser feita também durante a vida, como por exemplo, a doação de rins, de medula óssea, parte do fígado, entre outras.

A doação é um ato de amor que salva vidas, por isso, seja solidário e ajude o próximo se tiver uma oportunidade.

 

 


Comments List

Reply23 de janeiro de 2017 18:59

Luciana da Silva Marques Franco27/

Quero ser uma doadora moro em Piracicaba sp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *