seleção perde na copa américa
Rodada da Copa América é marcada por queda de todos os favoritos e pelas três prorrogações

O fantasma da Copa América, que tinha se ausentado na última rodada, voltou a aterrorizar os quatro favoritos, trazendo emoção e grandes surpresas na Argentina.

O início das assombrações começou logo no primeiro jogo, às 16h de sábado, em Córdoba. O Peru, classificado como o melhor terceiro colocado, superou por 2 a 0 a Colômbia, que tinha garantido a liderança do grupo A. Os detalhes ilustram bem os ares estranhos que rondaram o estádio Mário Kempes, em Córdoba. Além do Peru voltar a uma semifinal após 14 anos, o craque da seleção colombiana, Falcão Garcia, deve ter tido um grande pesadelo após desperdiçar uma cobrança de pênalti ainda no primeiro tempo. Já na prorrogação, após falha do goleiro Luis Martinéz, o centroavante peruano Carlos Lobatón pegou o rebote e abriu o placar. No segundo tempo foi a vez de Carlos Sánchez ampliar e decretar a classificação peruana para a semifinal.

O adversário do Peru será o Uruguai, que passou pela Argentina no jogo mais emocionante desta competição. Apesar de também ser um gigante do futebol sul-americano, a Celeste reconhecia que enfrentava a favorita Argentina, dona da casa e detentora do melhor jogador do mundo. Nos 90 minutos de jogo, os uruguaios abriram o placar logo aos cinco minutos do primeiro tempo, com Diego Pérez após cobrança de falta de Forlán. Já o empate veio com uma bela jogada de Messi. Livre na intermediária uruguaia, o atacante viu Higuaín entrar no meio da área e colocou a bola na cabeça do artilheiro, deixando tudo igual. A partir daí o jogo se equilibrou e o goleiro Muslera, do Uruguai, foi o grande nome do jogo, assegurando o empate e levando o jogo para os pênaltis. Para se consagrar, o arqueiro ainda defendeu o pênalti batido por Tevez, dando a classificação para a Celeste por 5 a 4.

Agora, a guerreira seleção uruguaia enfrenta o surpreendente Peru na terça-feira, às 21h45. Mas o fantasma não parou por aí. No domingo ele voltou a atuar nos jogos entre Brasil e Paraguai e Venezuela e Chile.

Apesar de jogar o melhor futebol na Copa América, o Brasil não conseguiu marcar nos 120 minutos, encerrando a partida em 0 a 0. Mesmo levando a decisão para as disputas de pênaltis, o Brasil continuou sem conseguir balançar a rede adversária. Após quatro cobranças desperdiçadas (Elano, Thiago Silva, André Santos e Fred) a seleção pentacampeã mundial foi eliminada reclamando do gramado, coberto de areia, e sem muitas explicações.

Assim como o Brasil fez a sua melhor atuação, mas acabou sendo eliminado, o Chile também foi superior à Venezuela em todo o jogo, mas em duas bolas paradas sofreu dois gols e foi deu adeus a competição. Desta maneira, o fantasma colocou a seleção venezuelana pela primeira vez em uma semifinal de Copa América. Agora a Venezuela pega o Paraguai na quarta-feira, às 21h45, em Mendoza. Os vencedores dos confrontos se encontram no próximo domingo, às 16h, em Buenos Aires para decretar o campeão 2011.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *