Cinco dicas para se recolocar no mercado de trabalho após um longo afastamento

Doenças, estudos, escolhas próprias e inúmeros outros motivos podem levar uma pessoa a afastar-se do mercado de trabalho por um tempo determinado ou não. Acontece que quando chega a hora da recolocação é preciso um esforço para atualizar-se com as novas dinâmicas e conhecimentos existentes no cenário atual. Contudo, não é uma tarefa impossível. Para auxiliar aqueles que pausaram suas carreiras e desejam retomá-las, apresentamos cinco dicas bastante úteis e que vão facilitar este momento.

Conheça a Jobconvo, um software online de recrutamento e seleção

1 – Comece a avisar aos conhecidos, amigos, parentes e demais pessoas de seu círculo social sobre a sua decisão.

Peça a eles para ficar de olho em vagas e processos de recrutamento e seleção dos quais você possa participar. Se antes eles estavam cientes de seu afastamento, sabendo ou não das razões, agora também precisam estar informados da nova busca. Essas pessoas podem ser a chave que vão abrir as portas.

2 – contatos profissionais:

além das demais pessoas de seu convívio, antigos contatos profissionais são fundamentais para auxilia-lo. Eles estão por dentro das tendências de mercado e podem orientar quanto ao recrutamento e seleção para as vagas melhores e mais indicadas ao seu perfil profissional. Chame antigos colegas para um café e tenha uma conversa aberta sobre suas intenções e objetivos profissionais.

3 – Atualiza-se:

o mercado de trabalho é dinâmico. Sempre existe alguma novidade, nova forma de realizar procedimentos, novas tecnologias da informação, novos softwares e aplicativos que transformam os modos operacionais. Leia sobre o que mudou em sua profissão e busque meios que facilitem sua interação com estas novidades, seja por meio de cursos de atualização ou estudando sozinho mesmo. O importante é nunca parar de aprender e se aperfeiçoar. Isto vale para quem está no mercado também! Contudo, mostrar-se atualizado é um ponto positivo em seleções para o futuro emprego.

4 – Faça cursos:

Esta dica está diretamente ligada a anterior. No entanto, existem fatores que vão além da atualização. Participar de cursos trazem a atualização de conhecimentos, mas também oferecem a oportunidade de repensar sua carreira e direcionar-se a outros rumos. Nos cursos também são construídos novos contatos profissionais. As pessoas que estudam com você são potenciais indicadores para vagas disponibilizadas em recrutamentos e seleção de candidatos. Outra vantagem é que muitas escolas direcionam seus alunos para mercados de trabalho. E acima de tudo, bagagem de conhecimentos nunca é de menos e é importante para o enriquecimento de seu currículo.

5 – Prepare um currículo bom:

O currículo geralmente é o primeiro contato que o recrutador terá com a sua persona profissional. Ele precisa ser bem redigido e de forma clara e concisa. Coloque informações que possam valorizá-lo, como a participação em trabalhos voluntários e os cursos mais recentes que você fez. No processo de recrutamento e seleção podem querer saber a razão de seu afastamento. Esteja preparado para responder de maneira objetiva e natural, colocando este momento como algo importante e de crescimento em sua vida e que será uma vantagem em seu retorno ao mercado de trabalho.

Dica bônus: mantenha a mente aberta! Pode ser que o trabalho de seus sonhos não esteja disponível no momento. Contudo, para quem se prepara e está de olho nas tendências, pode surgir um mar de oportunidades que tendem a ser mais desafiadoras e recompensadoras que o plano de recolocação inicial.

Sabemos que o retorno ao mercado de trabalho após um longo afastamento pode parecer uma jornada árida. Mas também sabemos que com paciência e inteligência para direcionar-se às melhores oportunidades o tempo despendido em seleções e recrutamento será menos e o sucesso virá rapidamente. Boa sorte em sua recolocação!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *