Tanto a carne-seca quanto a carne de sol são feitas com carne bovina e desidratadas, o que faz com que tenham maior durabilidade sem necessidade de refrigeração.

Imagem Ilustrativa

A diferença está basicamente na técnica de preparo utilizado em cada uma, mas ambas são ideias para o preparo das mais diversas recitas, desde bolinhas, farofas, farofas, escondidinhos, feijoada, pratos típicos da região Nordeste e muitas outras.

A carne seca é preparada por meio de um método no qual se esfrega bastante sal em sua superfície e depois é empilhada em locais secos, logo após o abate do animal. Durante esse processo, as peças ou mantas de carnes são mudadas de posição para facilitar a evaporação e, em seguida, são estendidas em varais ao sol para secarem por completo.

Imagem Ilustrativa

Para o preparo da carne de sol, primeiro a carne é salgada ligeiramente e depois colocada em locais cobertos e bem ventilados. O ideal é que isso seja feito em um local de clima muito seco, por isso é comum em regiões semiáridas do Nordeste. A secagem da carne é rápida e nesse processo  forma-se uma espécie de casca protetora que conserva a parte de dentro da carne úmida e macia e, por isso, cozinha maior rapidez.

Clique aqui é confira maiores informações.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *